Lisboa
19:17
Moscovo
21:17
Nao estamos em horario de expediente.
PORTUGAL
das 09:00 às 18:00 (Lisboa)
+351 (30) 880-32-16
+351 (21) 319-61-40
+351 (96) 874-38-28
russia@lusitanasol.com
RÚSSIA
das 10:00 às 19:00 (Moscovo)
+7 (495) 108-06-85

 
LusitanaSol

INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE A RÚSSIA

1 — Federação Russa

País da Europa Oriental e da Ásia, é banhado pelo oceano Ártico, a norte, pelo oceano Pacífico, a leste, e pelos mares Negro e Cáspio, na sua parte meridional. Possui área territorial de 17.075.400km2, sendo considerado o país com maior área territorial do planeta. O país faz fronteira com 14 países, sendo eles (partindo do norte em sentido anti-horário): Noruega, Finlândia, Estónia, Letónia, Bielorrússia, Lituânia, Polónia, Ucrânia, Geórgia, Azerbaijão, Cazaquistão, China, Mongólia e a Coreia do Norte, totalizando 19.533 quilómetros de fronteiras terrestes.

O território russo pode ser dividido geograficamente em seis regiões: a região de Kola-Carélia, situada no Noroeste da Rússia, caracterizada por planaltos de baixa altitude; a planície Russa, que não é mais do que uma extensão da planície Oriental Europeia; a região dos montes Urais, situada a leste da planície Russa, que é constituída por uma sucessão de planaltos e montanhas de relativa baixa altitude (uma média de 1200 metros), a planície Siberiana Ocidental, que é a maior das regiões russas e contém alguns dos maiores pântanos do Mundo; mais a leste, o planalto da Sibéria Central, delimitado pelo rio Ienissei (a oeste) e pelo rio Lena (a leste), registando altitudes entre os 300 e os 690 metros; e, finalmente, mais a sul e a leste, a região das altas montanhas, que representa ¼ do território russo e é constituída por uma sucessão de cadeias montanhosas de origem geológica diversificada, destacando-se a zona vulcânica da península de Kamchatka (na costa do Pacífico), com uma altitude média de 3000 metros, tendo como ponto mais alto o vulcão Klyuchevskaya (4675 metros).

O país tem milhares de rios e corpos d'água, apresentando um dos maiores recursos hídricos superficiais do mundo. Seus lagos contêm aproximadamente um quarto da água doce líquida do mundo. O maior e mais importante corpos de água doce russos é o Lago Baikal, o lago de água doce mais profundo, puro, antigo e de maior capacidade do planeta. O Baikal, sozinho, contém mais de um quinto da água doce superficial do mundo. Outros grandes lagos incluem o Ladoga e Onega, dois dos maiores lagos da Europa.

No mundo, a Rússia perde apenas para o Brasil em termos de volume do total de recursos hídricos renováveis. Dos 100 mil rios do país, o Volga é o mais famoso, não só porque é o rio mais longo da Europa, mas também por causa de seu importante papel na história da nação russa. Os rios siberianos Ob, Ienissei, Lena e Amur estão entre os maiores rios do mundo.

Cerca de 37.000 km de costa delimitam a Rússia dos oceanos Árctico e Pacífico e também do mar Negro e do Cáspio, além da zona dos Bálcãs. Os oceanos representam uma importante fonte de riqueza para o país, uma vez que o petróleo e o peixe são produtos obtidos naquelas zonas.

2 — A população

Sua população é de aproximadamente 146 milhões de habitantes e suas principais cidades são Moscovo, a capital, com 11,9mi de habitantes, São Petersburgo com 4,9mi de habitantes, Samara com 1,7mi de habitantes Novosibirsk com 1,5 mi de habitantes, Yekaterinburg com 1,3mi de habitantes, Nizhny Novgorod com 1,2mi de habitantes, Kazan com 1,17mi de habitantes, Omsk e Chelyabinsk com 1,15mi de habitantes cada, Rostov com 1,1mi de habitantes, Ufa com 1,07mi de habitantes e Perm com 1mi de habitantes.

3 — O clima

A Federação Russa é atravessada por quatro climas: ártico, subártico, temperado e subtropical. As estações pode ser caracterizadas assim: inverno longo e nevoso, primavera temperada, verão curto e quente e outono chuvoso. Essas características, entretanto, variam muito por região.

A região da Sibéria, ao norte, é a mais fria de todo o país. Registam-se temperaturas no inverno em torno dos dos — 40 °C ou — 50 °C, às vezes chegando aos — 60 °C ou até menos. A Sul, o clima é mais quente, havendo campos e estepes onde as temperaturas chegam aos — 8 °C.

O verão na Rússia também é variável de região a região, registrando-se temperaturas médias de 25 °C. Em certos casos extremos, já houve dias em que se registraram temperaturas superiores a 45 °C.

O frio proveniente da Sibéria alastra-se não só por toda a Rússia como por quase toda a totalidade da Europa e grande parte da Ásia.

Entre os meses de maio e setembro, as temperaturas do país são mais amenas, atingindo, em média, máximas de 23ºC e mínimas de 13ºC. Além disso, os dias são mais longos e, também neste período, ocorre grande parte das chuvas.

4 — O aeroporto de destino e transferências.

A Federação Russa possui 167 aeroportos em seu território, sendo os principais aeroportos do país: Aeroporto Internacional Domodedovo, Aeroporto Internacional de Moscovo-Sheremetievo e Aeroporto Internacional Vnukovo em Moscovo, Aeroporto Internacional Pulkovo, em São Petersburgo, Aeroporto Novosibirsk Tolmachevo em Ob, Aeroporto Internacional de Ecaterimburgo-Koltsovo em Koltsovo, Aeroporto Internacional Yemelyanovo em Krasnoiarsk, Aeroporto Internacional de Pashkovsky, em Krasnodar, Aeroporto Internacional de Ufa, no Distrito Federal do Volga e Aeroporto Internacional de Sochi, em Sochi.

Ao chegar no aeroporto, você será recebido por uma pessoa de nossa equipe de parceiros, devidamente identificada. Se o programa contratado não contar com serviço de transfere incluído ou você desejar contratar outros serviços de transfere, temos a possibilidade de oferecer transferes privados de acordo com sua necessidade.

5 — Os vistos

A política de vistos e requisitos que um cidadão estrangeiro que deseja ingressar na Federação Russa deve cumprir para obter um visto, que é uma permissão para viajar, entrar e permanecer no país. As isenções de visto são baseadas em acordos bilaterais ou multilaterais. A Rússia tem acordos com dezenas de países cujos cidadãos estão isentos de visto ou podem solicitar um visto on-line (e-visa). Os cidadãos de países sem esse acordo com a Rússia devem obter um visto com antecedência de uma missão diplomática ou centro de vistos da Rússia.

Os cidadãos estrangeiros, enquanto estiverem no território da Rússia, devem cumprir a legislação da Rússia, incluindo requisitos de regimes aduaneiros, de fronteira e imigração, regras de financiamento de viagens, registro, movimentação interna no território da Rússia e prorrogações de permanência. Nada limita o direito das autoridades competentes da Rússia de negar a entrada ou de reduzir o período de permanência no território da Rússia para cidadãos estrangeiros.

Os cidadãos dos países: Argentina, Armênia, Azerbaijão, Bielorrússia, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Brasil, Brunei, Chile, Colômbia, Cuba, Croácia, República Dominicana, Hong Kong, Islândia, Israel, Cazaquistão, República do Kirghiz, Macedônia, Moldávia, Montenegro, Moçambique, Nicarágua, Peru, Panamá, Paraguai, Sérvia, República da África do Sul, Tailândia, Tajiquistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela.

Os cidadãos dos demais países, incluindo a União Europeia, deverão solicitar emissão de um dos sete de vistos a seguir: Turismo (para entrada única ou dupla, válido até 30 dias), Negócios (para entrada única ou dupla, válida até três meses; entradas múltiplas, válidas por um ano), Particular (válido até três meses, com base apenas em um convite particular de um parente ou amigo), Humanitário (para entrada única ou dupla, válido até três meses; entradas múltiplas válidas até um ano), Trabalho (válido até três meses com base em um convite de trabalho de uma empresa russa), Estudo (válido por até três meses com base em um convite de estudante de uma faculdade ou universidade russa) ou Transito.

Você só pode obter um visto depois de apresentar um convite apropriado de uma fonte russa, que geralmente pode ser um voucher turístico ou uma reserva de hotel, no caso de visto de turismo. Para os demais tipos de visto se faz necessária a apresentação de carta convite de acordo com o motivo de sua viagem.

Estes são os requisitos gerais para obtenção de visto: passaporte original com pelo menos duas páginas em branco para designar para vistos, válido por pelo menos seis meses após a partida prevista da Rússia, formulário online de pedido de visto russo preenchido e assinado, fotografia recente e em formato passe, carta convite condizente com o motivo de sua viagem e seguro com cobertura de 30.000 € em despesas médicas na Rússia válido pelo período da viagem.

6 — Procedimentos aduaneiros

Ao chegar ao local de alojamento, todo visitante estrangeiro deve apresentar no estabelecimento anfitrião (hotel, proprietário da hospedagem, ou equivalente) o passaporte e o impresso de migração, documento oferecido pelas autoridades quando de sua entrada no país e que deve ser mantido consigo até o dia de sua saida, para proceder ao seu registo junto do Ministério do Interior, no máximo até ao sétimo dia útil após a chegada ao território da Federação Russa. Quando o viajante está hospedado num hotel, é a administração do hotel que notifica a sua chegada às autoridades russas. A instituição de acolhimento fornece ao estrangeiro a parte destacável do registo. Mediante apresentação do passaporte e do cartão de imigração, o registo deverá ser efetuado pela entidade anfitriã. No caso de alojamento em entidades não hoteleiras, deverão as entidades anfitriãs (como por exemplo cidadãos russos/residentes) proceder a este registo.

Para sair da Rússia, o viajante deverá ter um visto ainda válido. No caso de exceder a estada autorizada ou na ausência de registo junto das autoridades russas, o viajante só poderá deixar o território do País desde que a sua situação seja regularizada. O processo de regularização poderá levar algumas horas ou mesmo dias. Se as razões apresentadas não forem consideradas legítimas, para além de multa, poderão ser aplicadas várias sanções, designadamente deportação acompanhada de uma proibição de entrada até 5 anos. O viajante é convidado a respeitar estritamente a duração da estada que lhe é concedida pelos serviços consulares russos.

De acordo com legislação russa, é necessário declarar, quer à chegada quer à partida, a moeda estrangeira de que seja portador se o seu montante for superior a 10.000 USD ou equivalente, sob pena de as autoridades procederem ao seu confisco. Poderá, ainda, ser aplicada uma multa por desobediência à lei aduaneira. Outros objetos, tais como eletrodomésticos, joias, antiguidades devem ser declarados à chegada ao país. A saída da Rússia de certos bens culturais está sujeita a restrições legais, podendo carecer de autorização prévia do Ministério da Cultura.

A declaração de moeda e outros bens deverá ser feita junto dos serviços alfandegários, em formulário próprio habitualmente fornecido pelas companhias aéreas durante o voo para a Rússia. O duplicado do formulário deverá ser conservado e apresentado naqueles serviços à saída do país.

7 — O hotel

A escolha do hotel é parte principal de sua experiência de viagem e, por isso, nossa equipa e parceiros da Lusitana Sol analisa e escolhe os hotéis de nosso catálogo de programas de forma a oferecer a nosso turista as melhores opções em conforto, localização e custo-benefício.

8 — A moeda local e seu preço

A moeda russa é o rublo.

A rede ATM está amplamente difundida em Moscovo e em São Petersburgo, sendo possível efetuar levantamentos em rublos, dólares ou euros sem dificuldades de maior com os cartões bancários que correntemente circulam em Portugal e na União Europeia. As taxas de serviço cobradas podem porém ser elevadas, dependendo maioritariamente dos preçários das instituições bancárias emissoras de cartões. Em Moscovo e São Petersburgo existe uma ampla rede de casas de câmbio. No entanto, as notas de euro e de dólar são aceites apenas quando em perfeitas condições. A maioria dos hotéis, restaurantes e lojas maiores aceita cartões de crédito e/ou de débito.

9 — Fusos horários

O território da Federação Russa passa por 11 diferentes áreas de fuso-horário

Seu primeiro fuso horário é +2, o segundo de +3, o terceiro de +4, o quarto de +5, o quinto de +6, o sexto de +7, o sétimo de +8, o oitavo de +9, o nono de +10, o décimo de +11, e o décimo primeiro de +12. Todos os valores são em relação ao Meridiano de Greenwich, Greenwich Mean Time (GMT).

As diferenças de horário entre Lisboa e os dois extremos da Federação Russa são: +2h de diferença entre Lisboa e Kaliningrado e +12h de diferença entre Lisboa e Anadyr. Com a capital Moscovo, temos uma diferença horária de +3h.

10 — Eletricidade

A tensão elétrica no país é de 220 volts e frequência de 50 Hertz. Os tipos de plugues mais comuns são C e F, ambos com entrada para 2 pinos. Hotéis estão preparados para oferecer adaptadores a seus turistas, caso necessário.

11 — A Água

Embora se afirme que a água fria da torneira é potável, recomenda-se beber água engarrafada ou filtrada, uma vez que os microrganismos presentes na água dos diferentes países são diferentes e podem acarretar desconfortos intestinais e estomacais ao turista desacostumado. A água quente da torneira não é potável.

12 — A comida

A Rússia é um país de dimensões continentais com muita história e cultura para mostrar e uma forma de conhecer um pouco sobre a cultura e história deste gigante e impressionante país é através de sua culinária. Devido à vastidão do seu território e diversidade étnica, os pratos russos variam de região para região. O clima também traz grandes influências. O frio requer pratos quentes e alimentos que fornecem energia para equilibrar a temperatura do corpo, como carboidratos e gorduras. Apenas alguns vegetais são servidos crus.

O país é muito conhecido por suas deliciosas sopas, como Borscht, sopa feita com base de tomate e beterraba, o que confere a ela uma agradável coloração vermelha. Outra sopa popularmente consumida no país é Solyanka, sopa de base picante e cremosa que normalmente leva carne, peixe ou cogumelos, além de azeitonas, pepino em conserva, repolho, batata, creme de leite e endro.
Com certeza você provará um saboroso Blini quando estiver de passeio por uma das grandes cidades Russas. Trata-se de uma espécie de panqueca que pode ser servida com acompanhamentos doces e salgados.

Muito conhecido hoje em toda Europa, o Stroganov também é um prato típico russo e vale muito a pena prova-lo além do Pelmeni, muito comum e presente em muitas refeições russas, uma espécie de massa recheada e similar ao ravióli italiano, normalmente recheado com carne, que é cozida em água e servida com molhos ou manteiga, quase sempre acompanhados por creme fraiche.

Não podemos esquecer dos deliciosos Shashlyk, que são espetos de carne, geralmente de cordeiro, alternados com vegetais como tomate, pepino e cenoura. Sua preparação costuma acontecer ao ar livre com o uso de churrasqueiras.

A batata, repolho e vegetais em conserva (kvashenie) são altamente consumidos em todo o país, assim como o creme fraiche (Cметана), carnes de porco e carneiro, aves, frutos do mar, peixes (frescos e secos) e, é claro, o famoso Caviar (Ikra). Pães e ovos acompanham muitos dos pratos nacionais.

Bebidas russas vão muito além da Vodka, que sim é um símbolo do país mas não é a única bebida característica da gigante Federação Russa. O chá é a bebida mais popular e consumida pela população russa, seja ele preto, verde ou de ervas e sempre estará presente como acompanhamento de refeições ou reuniões sociais. Além do chá, pode-se encontrar diversos tipos de sumos com frutas e bebidas lácteas fermentadas, como Riazhenka (Ряженка) ou Kefir (Кефир)

13 — Crime / Segurança

Recomenda-se aos turistas que se desloquem à Rússia que observem redobrada vigilância em locais públicos, incluindo nos sistemas de transportes (metro, estações de comboios e instalações aeroportuárias), como em qualquer outro grande centro turístico, e que se mantenham atentos a orientações e recomendações de segurança que venham a ser divulgadas pelas autoridades russas.

Desaconselha-se, por parte do Ministério dos Negócios estrangeiros de Portugal, a participação em manifestações públicas, e relembra-se que na Rússia é obrigatório apresentar os documentos de identificação quando solicitado pelas autoridades.

Alerta-se ainda para o aumento, nos últimos anos, do número de denúncias de esquemas de fraude pela Internet. Desaconselha-se o envio de dinheiro para interlocutores com quem tenha sido travado contacto por Internet que não sejam do conhecimento pessoal e/ou de total confiança do remetente.

14 — Seguro de Viagem

De acordo com as disposições da Lei local e para sua própria segurança, será necessário contratar seguro que atenda à cobertura de no mínimo 30.000 € de cobertura em despesas médicas durante sua visita ao país. Na Lusitana Sol oferecemos o produto ideal para sua viagem, pensado especialmente nas exigências do país e na segurança e bem estar de nosso cliente.

15 — Refeições

Dentro das opções dos programas de viagem, você terá a oportunidade de escolher entre os seguintes regimes de refeição:

Apenas pequeno almoço: (Alojamento e pequeno almoço — BB ou APA);

Pequeno almoço e jantar: (Meia Pensão — MP);

Três refeições: (Pensão completa — PC).

16 — Compras

Em passeio pela Federação Russa você poderá ter acesso à lindos e originais artigos de artesanato local, como as famosas Matryoshkas, uma série de bonecas, feitas geralmente de madeira, colocadas umas dentro das outras, da maior (exterior) até a menor (a única que não é oca), artigos com Ambar, artesanato em casca de bétula, brinquedos esculpidos em madeira, lembranças do período soviético, chocolates e doces russos, Ushanka ou shapka (chapéu), e diversos outros artigos ligados à cultura russa. Também é possível encontrar diversas marcas de grife internacionais, por exemplo em uma visita ao lindo GUM, famoso shopping na região da Praça Vermelha, em Moscovo.